termeletrica-energia-solar-crise-energetica

Termelétricas ou Energia Solar: como resolver a crise energética?

In Sem categoria by idealenergiasolar

Diante da crise hídrica que assola o país, o Brasil, por ser bastante dependente da geração de energia hidrelétrica, está passando por uma das piores crises energéticas vividas nos últimos 91 anos. E como solução para esta crise no setor de energia, levantou-se a discussão sobre o uso de termelétricas ou de energia solar. Qual é a melhor saída?

O problema da crise energética é ocasionado pela escassez de chuvas e pelo baixo volume nos reservatórios hidrelétricos, afetando diretamente a produção de energia do país e resultando, assim, no aumento da conta de luz de todos os consumidores.

Em Agosto deste ano, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), decidiu adotar uma medida para remediar essa crise e criou a bandeira de escassez hídrica que estabeleceu uma cobrança adicional de R$14,20 a cada 100 kWh consumidos na conta de luz. O objetivo desse aumento seria evitar que, mais uma vez, a população sofresse com apagões, como os enfrentados em 2001.

Este problema de desabastecimento de água vem sendo desencadeado pelas queimadas e pelo desmatamento que batem recordes no Brasil, e influenciam negativamente na circulação atmosférica e na transferência de umidade da Amazônia para as outras regiões do Brasil.

Além disso, também temos as mudanças climáticas, ocasionadas pela ostensiva emissão de gases de efeito estufa, a ocorrência de fenômenos como a La Niña, que interferem no índice pluviométrico das regiões onde se situam os maiores e mais importantes reservatórios, assim como o de Itaipu, Furnas e Cantareira, a  revogação do horário de verão e a falta de planejamento e de uma reação rápida por parte do governo.

Mas será que é possível reduzir esse problema através das termelétricas ou da energia solar?

Termelétricas

Esse tipo de energia é gerada por meio das usinas termelétricas e obtida através da queima de combustíveis fósseis, não renováveis, tais como carvão, mineral, gás natural e o diesel.

Através das termelétricas é possível produzir energia de forma rápida e em grande escala, como é feito atualmente. Hoje em dia, quando falta potência hidrelétrica para atender a toda demanda energética do país, as concessionárias de energia compram energia térmica produzida aqui e em outros países.

E é exatamente por isso, que as contas de luz dos consumidores de todo o Brasil acabam aumentando, pois como a energia térmica é produzida através de combustíveis fósseis não-renováveis, a matéria-prima de produção de energia acaba sendo mais cara.

Mas para entender e visualizar melhor o cenário das termelétricas, listamos abaixos alguns de seus prós e contras:

Prós

  • Maior capacidade de suprir carência de energia de forma bem mais rápida;
  • Pode ser instalada em locais próximos às regiões de consumo, reduzindo os custos com construção de linhas de transmissão e torres;
  • Ótima alternativa para países e localidades que não dispõe de outros tipos de fontes energéticas.

Contras

  • Libera uma grande quantidade de poluentes na atmosfera que são os principais responsáveis pelos gases do efeito estufa, que vêm causando mudanças climáticas em todo o planeta;
  • Os poluentes gerados são responsáveis pelo aumento do aquecimento global e colaboram para o aumento do efeito estufa;
  • O custo final da energia tende a ser mais elevado devido ao preço dos combustíveis fósseis utilizados em sua produção, que não são renováveis e precisam ser comprados com frequência.

Energia Solar

Diante de toda a crise energética enfrentada e o aumento desenfreado da conta de luz, o sistema de energia solar é uma ótima opção, uma vez que ele depende da luz solar para a geração de energia, uma fonte inesgotável e abundante em praticamente todo o planeta.

Atualmente, a forma mais comum de instalação de um sistema fotovoltaico solar é o modelo On-grid, onde cada consumidor instala as placas fotovoltaicas no telhado da sua casa. E é sobre esse modelo que vamos falar um pouquinho sobre os seus prós e contras aqui.

Inclusive, se você quiser ler mais sobre o assunto, no nosso blog publicamos também um post falando sobre “Como a energia solar pode aliviar a crise hídrica?”. Clique no link para saber mais.

Prós

  • Pode reduzir em até 95% o valor da conta de energia do consumidor;
  • Elimina os impactos tarifários anuais na conta do consumidor, como estes que estamos sofrendo agora;
  • Valoriza o imóvel que tem o sistema fotovoltaico instalado;
  • As placas fotovoltaicas podem durar até 25 anos;
  • Baixo custo de manutenção;
  • Se utiliza de fonte renovável de energia, já que o sol está presente em todo o planeta e é inesgotável;
  • Contribui para a preservação do meio ambiente por ser uma energia limpa e não poluente;
  • Ocupa pouco espaço caso seja instalada no telhado dos imóveis dos consumidores;
  • Acessíveis em lugares remotos;
  • Retorno do investimento em 5 a 7 anos.

Contras

  • Investimento inicial alto;
  • Dependência da rede elétrica e das concessionárias no caso do sistema On Grid;
  • Baixa capacidade de armazenamento;
  • Maior necessidade de incentivos públicos e privados para a concretização de planos de instalação. 

De acordo com os especialistas, o Brasil precisa se utilizar de fontes de energia mais baratas, limpas e renováveis como uma forma de evitar as crises energéticas de forma duradoura, e acabar com este problema que é recorrente no país.

É por isso que acreditamos que a energia solar seja a melhor opção para sair do problema da crise energética!

Quer conhecer mais sobre energia solar fotovoltaica? Acesso o site da Ideal Energia Solar e agende uma conversa com um de nossos especialistas. 

Entre em contato com a equipe da Ideal Energia Solar, nós podemos tirar todas as suas dúvidas! Envie uma mensagem pelo Whatsapp (11) 98921-1000 ou pelo Email [email protected].